Uma fonte da secretaria regional da Educação e Cultura acrescentou à agência Lusa que as obras no antigo cinema do aeroporto devem, assim, “arrancar em breve, aguardando por parte do empreiteiro a apresentação à empresa fiscalizadora da obra o plano de segurança e saúde”.

Esta empreitada, segundo o despacho assinado pelo secretário regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, “integra-se na requalificação do patrimônio histórico de Santa Maria e no âmbito da salvaguarda do patrimônio cultural da região”.

Segundo o executivo açoriano, a reabilitação deste edifício, com uma sala que tinha 501 lugares e construído pelos norte-americanos durante a II Guerra Mundial, visa dotar a ilha de “um equipamento cultural em linha com os demais existentes no arquipélago”.

A Força Aérea dos Estados Unidos da América (EUA) instalou-se em Santa Maria durante a II Guerra Mundial e ali teve uma base aérea até ir para as Lajes, na ilha Terceira, no início dos anos de 1950.

Como fizeram posteriormente nas Lajes, os EUA construíram em Santa Maria uma pequena cidade para os seus militares, com habitações e infraestruturas como este cinema.

Essas infraestruturas passaram depois para a tutela nacional e, décadas mais tarde, de forma progressiva, para a propriedade da Região Autônoma dos Açores.

O futuro cinema do aeroporto de Santa Maria terá condições para espetáculos de teatro, dança, música e cinema e para a realização de conferências.

“Com o visto do Tribunal de Contas dão-se por concluídos os procedimentos necessários à adjudicação da empreitada ao consórcio Marques, S.A./Somague – Ediçor, Engenharia, S.A./Tecnovia – Sociedade de Empreitadas, S.A”, acrescenta a nota do Governo açoriano.

Fonte: Açoriano Oriental