Esta segunda edição “prossegue a missão de dar a conhecer a Viola de Dois Corações no seu ambiente mais genuíno, quer a solo, quer acompanhada ao violão, em trio e em quarteto, explorando as suas várias dimensões, num espetáculo que combinará os sons da tradição com a poesia e a voz”, informa a organização.

“Serão também projetados vídeos ilustrativos do papel da viola em outras ilhas dos Açores, e diferentes técnicas de execução utilizadas, num trabalho de recolha do realizador Tiago Pereira, e declamados textos e poemas de Vitorino Nemésio e Dias de Melo.

Fonte: Açoriano Oriental